8 prós e contras de abrir um negócio próprio!

8 prós e contras de abrir um negócio próprio!

Começar um negócio é uma perspectiva interessante e potencialmente benéfica, mas também cheia de incertezas e riscos. Se você está começando seu próprio negócio ou está formando uma parceria, é essencial pesquisar os prós e os contras dessa nova empreitada.

Aprender com os fatos vivenciados por outras pessoas ajudará você a ser mais realista a respeito das chances do seu negócio sobreviver. Estima-se que 7 em cada 10 novas empresas vão durar menos de dois anos, e apenas um quarto delas terá a longevidade para durar 15 anos ou mais.

Confira, neste post, as vantagens e as desvantagens de abrir um negócio próprio:

Prós

1. Você ganhará mais flexibilidade

A gente sabe que uma das principais razões pelas quais alguém começa um negócio é para ter mais benefícios pessoais e profissionais. Com um novo negócio, você tem a flexibilidade para determinar seus horários, o ritmo e o ambiente de trabalho. Ele também dá a você a capacidade de prosseguir uma carreira com base nos seus próprios interesses.

Além disso, abrir um negócio também representará um novo tipo de liberdade. Você começará a se sentir livre das limitações encontradas quando se trabalha para alguém. Muitas pessoas se decepcionam com o seu emprego atual por motivos que não são financeiros. Por exemplo, elas se cansam de ver problemas de gestão, de pouca inovação, de falta de liderança, etc.

2. O potencial financeiro é bem maior

Embora começar um negócio possa parecer assustador, o potencial para o sucesso financeiro é muito maior. Um artigo de 2009 publicado na revista US Today cita uma pesquisa que constatou que empresários autônomos tiveram chances quatro vezes maiores de se tornarem milionários se comparados àqueles que trabalhavam para outra pessoa.

Uma vez que você é seu próprio patrão, a única pessoa que limitará o seu crescimento será você mesmo.

3. Você vai desfrutar de todas as prerrogativas de tomada de decisão

Quando você está trabalhando para alguém, não é possível desfrutar de todos os aspectos que uma empresa tem a oferecer. Um dos grandes benefícios de abrir um novo negócio é alinhar a missão da empresa aos seus objetivos e à sua ética pessoal.

Assim, você mesmo selecionará o perfil do seu staff, escolherá o tipo de relacionamento que criará com o cliente e com seus colaboradores. Afinal, quando trabalhamos em empresas alheias, ficamos frustrados com a conivência dos nossos chefes com maus funcionários, ou então somos pressionados a dar respostas desonestas para os clientes.

Portanto, selecionar boas pessoas para trabalhar com você é essencial para o bom desenvolvimento da empresa. Até esse momento, você cometerá alguns erros de seleção, mas o amadurecimento se constrói com algumas tentativas e muitos erros, até encontrar as pessoas certas para o trabalho.

O estresse será inevitável, mas será você no controle de quem entra e sai da sua empresa. Cada decisão final é sua!

Contras

1. Você enfrentará um medo muito grande do seu negócio próprio falhar

Claro, o risco de fracasso é assustador. Quem não iria querer afastá-lo e encontrar uma opção mais segura? Quando iniciamos o nosso próprio negócio, colocamos todo o nosso dinheiro sobre a mesa e, se ele falhar, pode surgir grande estresse em você e em todos aqueles ao seu redor.

Porém, há um velho ditado nos negócios: “o medo de não ter êxito vai levá-lo a um caminho para um negócio bem-sucedido”. Estar receoso significa que você tem a capacidade de entender todas as variáveis do negócio e sabe tomar as decisões essenciais para o seu futuro.

2. Você terá que lidar com a incerteza

Por mais planejamento que exista, as variáveis são grandes. Você vai enfrentar um universo desconhecido porque apesar de ser um negócio próprio você depende de pessoas e fatores externos. Importante fazer sempre uma análise das forças, oportunidades, fraquezas e ameaças e acompanhar todos os movimentos do mercado.

3. O estilo de vida pode ser tornar exaustivo

O desafio pode ser empolgante, mas também um exercício cansativo. As horas que você definiu para o trabalho podem aumentar exponencialmente com o passar do tempo.

No seu antigo emprego, você provavelmente tinha uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Proprietários de pequenas empresas podem trabalhar cerca de 52 horas por semana (ou até mais). E esses números podem aumentar à medida que você buscar expandir o seu negócio.

4. Você terá maiores custos com previdência e saúde

Se você trabalhava para alguma empresa, ela possivelmente, além de pagar a previdência estatal obrigatória, também arcava com planos de saúde. Dar-se esses benefícios, entretanto, pode ser bem caro.

Além disso, nos empregos tradicionais, é proibido o acúmulo de funções não relacionadas ao cargo para o qual você foi contratado. No seu próprio negócio, você precisa ter a capacidade de realizar qualquer tarefa necessária, incluindo contratação e demissão de funcionários, mediação de contratos, relacionamentos com fornecedores e, até mesmo, executar tarefas menos glamorosas, como a limpeza.

5. Capital de giro é fundamental

Uma vez que abrir um negócio é cheio de riscos, você deve procurar, ao máximo, limitar os riscos. Por exemplo, você deve ter capital suficiente para manter seu negócio funcionando por vários meses sem receita. Para isso, talvez você pode ter que manter seu atual trabalho por um tempo — enquanto estiver começando a empresa — para poder arcar com suas despesas pessoais.

Acredito que o alinhamento de expectativas na tomada de decisão é fundamental. Não importa se seu próprio negócio será independente ou uma franquia. É bom estar preparado para o caso de tudo dar errado ou fazer de tudo para dar certo. Para isso, é preciso muita força de vontade. Entendo que escolher um segmento onde você se identifica é meio caminho andado, o ideal é que o trabalho seja um prazer e que você faça com amor e paixão. Quando isso acontece, a chance de sucesso é grande.

O Franchise é uma ótima opção e serve como fonte de pesquisa. No site da Associação Brasileira de Franchising, www.abf.com.br, você vai encontrar vários opções.Pesquise, pesquise e pesquise muito!!!

Muitos empreendedores ficam com medo de arriscar em uma franquia, pois pensam que não terão liberdade alguma. Mas lembre-se que você ainda estará à frente da gestão do negócio e poderá tomar muitas decisões por conta própria. Para eliminar qualquer estresse, basta pesquisar bastante sobre a franqueadora e verificar se ela se alinha aos seus desejos de um negócio próprio!

Quer ficar sempre em dia com nossas dicas de como ser bem-sucedido financeiramente? Curta nossa página no Facebook!