Negócios

Como escolher uma franquia ideal para mim?

Como escolher uma franquia ideal para mim?

Empreender pode parecer um bicho de sete cabeças para algumas pessoas, principalmente quando ainda não sabemos por onde começar. Um bom caminho para quem quer começar um empreendimento é o Franchising. Mas, são tantas opções. Qual devo escolher?  Essa pergunta é tão comum no meu dia a dia que resolvi escrever este post falando sobre questões que devem ser consideradas para escolher um negócio dentro do seu perfil. Comece avaliando sua afinidade com o negócio e depois, escolha a marca de acordo com seus valores. O alinhamento de expectativas é fundamental, base para evitar frustrações futuras. 

Hoje eu vou mostrar para vocês alguns dos critérios que podem nortear a sua busca por um modelo de franquia do seu tamanho. Vamos conhecê-los? Acompanhe! Mais

Por que gestão de pessoas é tão importante?

Por que gestão de pessoas é tão importante?

O início de ano é um convite ao novo, a oportunidade de rever conceitos. Mas, será que conseguimos fazer o “novo” com o “velho” presente? Talvez. Mas, algumas disrupturas são fundamentais. Podemos dizer a mesma coisa sobre os comportamentos dentro de uma empresa? E se você, empreendedor, vê que o mercado está em constante mudança e quer inovar, comece pelas pessoas. Elas são a parte mais preciosa na mudança de comportamento para alavancar os seus negócios.

Você com certeza já deve ter ouvido que quem faz uma empresa são as pessoas. Mas, para que se consiga extrair todo o potencial de um colaborador dentro de uma organização, é preciso conhecer um pouco sobre alguns métodos e conceitos, para que isso seja feito de maneira sistemática, e não isoladamente. Só assim um empreendimento pode crescer de maneira sustentável e respeitosa com as pessoas que trabalham nele.

Quer saber mais sobre esse tema encantador que pode fazer toda a diferença no seu dia a dia? Então confira o artigo que preparei pra você! Mais

Conheça as 8 maiores diferenças entre o líder e o chefe

seta passarosSerá que todo chefe é um bom líder? Quais as diferenças entre um líder e um chefe? Os dois termos representam duas formas muito diferentes e podem ou não atuar juntos. Enquanto o líder conserva um relacionamento saudável, inspirador e construtivo, tratando seus colegas como um time, o chefe é aquele que, muitas vezes, nos desperta um verdadeiro pavor, por enxergarmos, nele, uma figura constantemente autoritária e que trata sua equipe com severidade exagerada.

Essa distinção afeta diretamente a qualidade do trabalho e dos resultados de uma empresa. O bom chefe é aquele que consegue ser visto como líder, mantendo a equipe muito mais envolvida com a empresa colaborando  para  resultados positivos e o sucesso da organização. Logo, se um bom chefe deve desenvolver a liderança, como fazer isso sem perder o respeito fazendo com que a equipe continue cumprindo suas funções? Mais

Experiência e Excelência

blog_excelencia

Ainda durante o recesso de final de ano, me pego pensando sobre o ano que está começando. Ano de Copa e de Eleições – dois eventos que vão colocar o Brasil e nossos políticos à prova.

Ano de muito trabalho para os empresários Brasileiros dispostos a crescer em meio a tantos desafios. O cenário atual e as previsões para a economia em 2014 não são nada otimistas. Como fazer para transformar isso tudo em oportunidade? Como planejar o ano?

Se tudo acontecer conforme previsto, o comércio vai fechar, o transporte vai piorar, a inflação vai subir, o pibinho vai diminuir… Haja coração! Ou seria competência?

Para crescer em meio a tanta turbulência, temos que nos doar em dobro, se apaixonar em dobro, planejar em dobro e fazer algo diferente. Se já era bom, tem que ficar melhor. Tem que ficar Excelente.

experiência do cliente deve ser única e encantadora. É por isso que estamos comprometidos em trabalhar pela excelência e prontos para apresentar a autentica depilação Brasileira.

 

Delegar é preciso

delegar

Depois de um dia intenso de trabalho, chegar em casa, brincar e jantar com os meninos, são coisas que não podemos delegar. Mas para isso ser possível, delegar outras funções é fundamental.

Delegar deveria ser uma tarefa simples e é, o difícil é desapegar. Desapegar daquilo que achamos que só nós sabemos fazer tão bem. Afinal, incumbir responsabilidades a outras pessoas é uma grande responsabilidade.

Delegar é confiar. E além de ser necessário, pode ser simples. Nos esportes temos um bom exemplo disso: O técnico é o líder, o gestor do time. Suas decisões levarão, ou não à vitória. Como ele trabalha para isso?

Define as posições, estabelece papéis. Treina e extrai o que há de melhor em cada jogador desenvolvendo as qualidades que cada membro possui.

É ele o primeiro a chamar a atenção do time para manter o foco no objetivo. Motiva, incentiva, faz suar a camisa. Acredita e luta pela vitória até o minuto final.

A analogia do esporte se encaixa perfeitamente na nossa rotina. Ah, então chegamos à conclusão que delegar também é trabalhar junto rumo a um objetivo. Sim! Uma andorinha não faz verão. Quando compartilhamos estrategicamente as funções caminhamos rumo à safra da excelência.