Blog “Faz bem para Você”

fazbem

O novo espaço da Depyl Action na Internet.

A Depyl Action é uma empresa com forte presença digital. Além do site, também está ativa nas redes sociais, compartilhando, via Twitter e Facebook, informações que visam sempre elevar o bem-estar do nosso público. Dentro deste objetivo, lançamos essa semana um novo espaço: o Blog “Faz bem para você“.

Com a novidade nasce a pergunta: Por que criar um blog corporativo? Vale a pena?

— Sim, claro que vale!

Cada veículo se comunica de modo particular com o público. Jornais, revistas, rádio e TV, cada um tem sua linguagem. Na Internet acontece exatamente a mesma coisa. Nas redes sociais, o conteúdo produzido visa aproximar nossa marca dos internautas e conquistar a simpatia deles. É uma estratégia de marketing que, se bem planejada e executada, gera excelente retorno.

Com o blog temos nas mãos a oportunidade de aprofundar os assuntos com nosso perfil entre os leitores. Ele representa a nossa casa virtual. Por ser um espaço mais interativo do que o site institucional, permite gerar conteúdo sobre diversos temas, mas com um grande diferencial que é inserir o DNA da Depyl Action.

Além de estreitar o relacionamento com o público, um blog corporativo traz inúmeras vantagens: atualização frequente e uso de palavras-chave coloca o site nos primeiros lugares nos mecanismos de busca; permite orientar os clientes e explicar mais detalhadamente os serviços e produtos oferecidos.

Dentre tantas vantagens, uma das mais importantes é que ter um blog corporativo faz você pensar no negócio o tempo todo, buscando aperfeiçoamento e soluções.

Sendo o blog a nossa casa, as redes sociais são o convite, são nosso cartão de visitas. Quanto mais pessoas o visitarem, maior a visibilidade da Depyl Action. Ampliando nossos horizontes virtuais, em médio prazo, buscamos resultados reais cada vez melhores em nossas lojas.

Acesse, compartilhe, assine o feed. É a marca Depyl Action fazendo bem aonde quer que esteja.

Para uma vida longa e próspera

 timtim

O brinde inaugural de uma empresa é um ritual ao futuro. Celebra o sucesso e a longevidade do negócio que acaba de nascer. Mas para boa parte das empresas, a fonte seca antes de saciar esse desejo. Segundo dados do Sebrae, a taxa de mortalidade de empresas nos primeiros três anos é de 46,6% no Brasil.

Sabemos que um negócio de sucesso não acontece da noite para o dia. Além de uma boa ideia, o empreendedor precisa estar preparado para sobreviver à fragilidade dos primeiros anos e garantir seu lugar no mercado pelo maior tempo possível.

Quando o assunto é franquia, os empreendedores saem na frente e o índice de mortalidade cai para 5% nos três primeiros anos de vida, pois, podem contar com o conhecimento e experiência de uma marca já consolidada. A parceria é boa pra ambos e, por isso, o setor cresce a passos largos.

Mas, para que tudo dê certo, é importante alinhar as expectativas. O franqueado passa a ser o embaixador da marca e, para isso, ele precisa dentre muitas coisas, ser fiel aos valores do negócio, estar presente e separar as finanças pessoais das finanças da empresa respeitando a capacidade financeira do negócio.

A Folia do Milênio

 

 

Em latim “carne vale” deu origem a palavra Carnaval.

Se a carne é o que vale no Carnaval, tudo vale? Vale todo deleite dos prazeres da carne?

Vale o que cada um se permitir viver, simplesmente por prazer? Vale sambar, brincar, descansar, comer e beber   sem culpa?

Afinal, segundo a história do carnaval, para “suportar” a quaresma devemos quebrar todos os limites nesse período. É como quando iniciamos um regime na segunda e comemos muito no final de semana.

Vale eleger um sujeito à presidente do senado com 56 votos secretos?

Vale não ter alvará, vale roubar, vale tudo. Vale mesmo?

E, como em época de Copa e Carnaval perdemos a memória, vamos cair na folia e pegar a fantasia. Talvez, fantasiados consigamos esquecer as cinzas de Santa Maria. Aliás, fantasia é o que vestimos diariamente quando publicamos em nossas redes sociais uma vida que não é real, onde só postamos o que convém. Todos são felizes, bons conselheiros e otimistas. As redes virtuais, digo, sociais, são as máscaras perfeitas que colocamos sempre que sentamos em frente ao computador. É o Carnaval moderno, digo, virtual. Aquele que dura o ano todo, 24 horas por dia. A folia do milênio.

Por que falhamos?

Por que falhamos?

O ser humano busca a vitória. Se buscamos isso, por que falhamos?

Falhamos porque não definimos as metas certas ou, não definimos nossos problemas da forma correta. Para ampliar o poder de decisão, precisamos ter uma visão ampla da situação e, para isso, é preciso sair de dentro da operação e olhar o “todo” em busca do objetivo.  Na busca do objetivo podem ser estabelecidas várias metas. Quanto mais distante for o objetivo, mais importante será estabelecer metas intermediárias.

Somos criadores de sistemas, adoramos estar na loja, no marketing, na operação e na gestão. O problema é que com isso, normalmente, fazemos como Zeca Pagodinho: Deixamos a vida nos levar.

Existem três fatores fundamentais para a obtenção de resultados: Liderança, Conhecimento do processo e Método.

Na Depyl Action, primeiro desenvolvemos o conhecimento através do método e depois, a liderança. Este último, é o mais importante para alcançar a vitória. Liderar é bater metas consistentes, com o time. Quem não bate metas não é líder. Se ser um bom líder é conseguir resultados por meio de pessoas, então a pessoa do líder deve investir uma parte substancial do seu tempo no desenvolvimento do seu time.

Então, reverta seus problemas em metas e compartilhe com o time. Uma meta bem colocada estimula a imaginação e criatividade de todos. Alcançar metas gera ainda um sentimento de pertencimento criando um clima de alegria pelo alcance de valores excepcionais. Sentimentos como esse é que ajudam a fazer a alegria da vida.

Experiência verde

Experiência verde

Quero compartilhar a experiência que tive ao me hospedar em um hotel sustentável. Essa ideia de desperdício já vem me incomodando há algum tempo e, me hospedar em um hotel onde a iluminação é preferencialmente natural ou de baixo consumo, a agua é reutilizada e aquecida com energia solar e onde a cobertura é um jardim e a comida é orgânica, é sensacional. Da minha janela posso ver a horta que atende a demanda do hotel. Tudo isso, é possível sem abrir mão do conforto.

Em João Pessoa, além de se hospedar no Verdegreen Hotel, é possível ver o ponto mais oriental das Américas. Por sua localização a capital paraibana é conhecida como “Porta do Sol”, os primeiros raios de sol que nascem todos os dias batem no farol de Cabo Branco, sem falar que é a capital mais tranquila e uma das com melhor qualidade de vida do Nordeste.

Sustentabilidade começa com uma mudança de comportamento, o desafio é ser um consumidor sustentável. Ou seja, incentivar o consumo consciente através de atitudes simples. O consumo consciente é uma contribuição voluntária e cotidiana. Cada pessoa tem poder de influência em seu meio para estimular os outros a utilizar medidas eficientes. Medidas simples como economizar e reciclar papel, reciclar latas e embalagens, economizar água e energia elétrica através do uso mais racional, separar o seu lixo para reciclagem, utilizar sacolas retornáveis ou até mesmo optar por empresas que se preocupam com o meio ambiente já fará a diferença.

A preocupação com o meio ambiente deve estar nas nossas atitudes diárias, podemos viver bem sem agredir tanto a natureza.